quinta-feira, 20 de agosto de 2009

ACEIT(AÇÃO)


As pessoas se apaixonam e tudo se torna colorido e belo. E às vezes bobo e patético. Para que viver nas nuvens se você pode viver um romance realista!? Você espera tanto do próximo e quando não recebe, perde a graça. Para que viver um conto se você é real!? Tem os seus defeitos, lógico que você não reconhece, mas o cara pra você tem que ser perfeito. Para que viver sonhando se o individuo existe?! Pra um romance existir tem que haver sinceridade e realismo. Duas pessoas não ficam juntas se apenas uma quer. Um amor não existe se não houver troca. Aprende que nunca o cara que você gosta vai chegar a vida inteira no horário. Ele nunca vai deixar de falar com um ciclano o resto da vida porque você não gosta do ciclano. Vocês não vão viver cem por cento felizes e de bem com a vida. Vai existir um momento em que um dos dois vai querer ficar sozinho, vai acontecer um imprevisto pra ele chegar atrasado, vai acontecer da operadora não funcionar na hora que ele combinou de ligar e pode acontecer dele querer um momento sozinho. Isso não quer dizer que existe a outra ou que ele está aprontando, te engambelando. Amor é confiança. O cara nem sempre vai chegar com uma caixa de bombom ou uma rosa pra te dar em dias comuns. Nem sempre vai reparar as pontinhas do cabelo cortadas. Não vai ligar pra maquiagem ou outras “coisitas mas”. Nem tudo vai ser do seu jeito. Nem tudo pode ser só do seu jeito. Você se apaixona por alguém pelas qualidades que este demonstra e descobre que ninguém é perfeito, nem você é perfeita. As manias, os costumes a falta de atenção vão aparecendo e se isso não te fazer se apaixonar mais ainda, não é amor. Amar é aceitação. Ver a pessoa que gosta como ela é, com todos os defeitos e acima de tudo aceitar. Aprende que melhor do que viver contos de fada é viver ao lado de quem a gente gosta, é viver com quem a gente gosta. Constrói troca, confiança, realidade e aceite o amor como ele chegar até você.
JayC

3 comentários:

Jay C. disse...

"MELHOR QUE SONHAR É VIVER"

Karine Rosa. disse...

Se mudássemos as pessoas a nosso bel prazer, não ficaríamos com outras pessoas, mas cópias mal feitas de nós mesmos. Há que se amar e amar ao próximo. E o próximo é diferente. Temos que aceitar isso.

Adorei, Jay.

Luciane Miranda disse...

Florzinhaaa
acho bem legal aqui então to presentiando vc com um selinho
;)
espero que goste
vai lá no meu blo e pega
http://sodesaltoalto.blogspot.com

bjs