domingo, 6 de setembro de 2009

NÓ em NÓS


A gente se declara dia a dia quando se tem alguém para amar. Às vezes não vemos retorno, ou simplesmente não enxergamos. Vivemos no egoísmo de que as pessoas precisam nos demonstrar da mesma maneira que fazemos. Quando a gente se apaixona é tudo tão novo como se isso não tivesse acontecido antes. Achava que seria impossível viver longe. Doeu muito quando a sintonia não era mais a mesma, o destino estava mudando. Eu fiz de tudo, como todo mundo faz quando tem alguém, mas a preocupação, o compromisso já não era em nós. Dilacerado, sentimento de culpa, perda, quando sabemos que a verdade é que amamos mesmo e queremos estar juntos sim. As nossas vidas querendo ficar unidas, o nosso destino querendo nos separar, mas eu ainda creio que existe coração e verdade no amor. Por que o amor é um Deus único e cheio de sabedoria que enche nossos corações.
Não se vive um romance cheio de fantasia onde a gente precisa o tempo todo afirmar que está tudo bem para começar acreditar que está mesmo. É querer ridicularizar o sentimento vivendo por trás de um relacionamento falso, cheio de altos e baixos, com medo de falar pra não perder. E sabemos que nós não vivemos assim. O melhor de tudo em nós é os pés no chão. Não preciso afirmar que eu gosto de você e estamos bem pra isso ser verdade. O que eu sinto e está em nós é verdade. O ciúme existe, às vezes a insegurança existe. As oportunidades para crescer existe e nos fazem escolher, nos separam. A saudade aperta sempre quando o destino quer tirar de perto de mim quem eu tenho em mim. Nós vivemos cheios de defeitos e particularidades. Vivem-se cada um no seu mundo, arrebatado. Tudo acontece pra ficarmos longe, mas os nossos nós estão firmes e embora todo esse drama, eu riu por que nada me faz perder a comédia que eu vivo com você. Seremos eu e você. Seremos nós.
JayC

3 comentários:

Karine Rosa. disse...

que coisa mais LINDA, jay.
com certeza, um dos textos mais perfeitos que já vi aqui.
LINDO DEMAIS, AMEI.

parabéns

Lisa Marques disse...

"E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos..."


Eu tava com saudade disso aqui. Sua forma romântica e simples de escrever sentimentos é linda, Jay.

ma! =) disse...

Que lindo!