sábado, 30 de maio de 2009



"...Sempre esperei que as pessoas agissem comigo da mesma forma que ajo com elas e é por isso - e só por isso - que sou honesta. Que sou franca. Que sou amiga. Que sou fiel. Só por isso me esforço pra ser uma pessoa boa. Porque espero das pessoas o mesmo tipo de atitude. E não porque quero ser a Madre Teresa de Calcutá ou almejo algum tipo de canonização. Mas sabe de uma coisa? Bobagem. Na hora que a coisa aperta, é com um ou outro que você pode contar e só. Aí, cadê aquela sua amiga pra quem você pirateava cds do Jota Quest porque ela não tinha dinheiro pra comprar? Cadê aquela outra que, quando a mãe dela ficou doente, você se ofereceu pra ir com ela de madrugada pro hospital? Cadê aquela amiga que você buscou e levou em casa durante os quatro anos de faculdade? Cadê aquelas que freqüentavam todas as festas na sua casa? Cadê aquela que você levou em casa lá no fim do mundo quinhentas vezes depois das festas? Cadê todo mundo quando você precisa de uma coisa muito simples? Não sei onde estão essas pessoas e agora, de verdade, prefiro não saber. Prefiro que todas elas se lasquem porque agora vou ser uma pessoa pior. Cansei de fazer o bem e me dar mal. Cansei de esperar atitudes das pessoas e mofar esperando. Cansei desse povo sobrando inútil na minha vida. Cansei de ser a boazinha. A que sempre se fode. Cansei dessa hipocrisia de fazer o bem de graça. Cansei de ser a única a me lascar. Cansei de me lascar de graça..."
Mais uma vez.... [Brena Braz]

6 comentários:

Karine Rosa. disse...

Cara, nunca tinha lido esse texto da Brena. PERFEITO. Retrata perfeitamente como eu estou me sentindo no momento.

C. R. disse...

É os textos da Brena, sempre sempre, ótimoss.. =D adooro esse =D Bjooooo Inté

ma! =) disse...

Ficou muitíssimo bom o texto! Nada como NÃO ser boazinha, educadinha, e todos os outros 'inha'.

Ah, adorei isso ..
"Eu ando pelo mundo Divertindo gente, Chorando ao telefone E vendo doer a fome Nos meninos que têm fome...

Eu ando pelo mundo E os automóveis correm Para quê? As crianças correm Para onde?

Eu ando pelo mundo E meus amigos, cadê? Minha alegria, meu cansaço, Meu amor cadê você? Eu acordei Não tem ninguém ao lado..."

Quem é o autor ? :D

Taty Battistela disse...

Adorei o texto. A Brena sempre arrasando nas escritas.

Nós esperamos demais das pessoas, acreditamos demais e infelizmente uma hora ou outra, elas não irão atender à nossas expectativas, por isso, aprendi a dar menos importância a isso, e simplesmente deixar rolar.

Lorena disse...

esse da brena eu nunca tinha lido!
ela é maravilhosa..
confesso que sou um pouco assim, faço demais pelos outros, mas aí quebrei a cara e hoje sou tão mudada..


beijos

AME E DÊ VEXAME disse...

Adoro os textos da Brena, ela é sempre tão clara no que fala.

'Cansei de me lascar de graça' [2]