sexta-feira, 6 de março de 2009

falta alguém


Esses dias estava em uma rodinha de tereré conversando com algumas amigas. O papo estava ótimo, enumeras situações, relacionamentos, cada uma com o seu problema sentimental. Umas contando experiências por ter passado pelo mesmo perrengue. A conversa renderia muitos textos, posts e histórias romanticas de shakespeare (trágicas). Mas o que me encomodou mesmo foi o quanto eu fiquei queta e só falei o necessário, não porque não vivi nenhuma história trágica, nem porque não tive nenhum problema sentimental. Mas pelo motivo de não estar passando por nenhuma situação. enquanto elas falavam fiquei alguns minutos pensando: têm pessoas sofrendo por alguém ou arrasadas porque a pessoa amada não toma jeito na vida, tem fulana chorando porque saiu de um relacionamento, sentindo vontade de ligar, brigar ou dizer que ama e até mesmo pedindo pra voltar. E eu? O que é que eu estou sentindo ou passando? Tem tanto tempo que eu não sei o que é passar por essas coisas. O que é desejar desesperadamente tal pessoa, chorar por tal pessoa que nem sei qual situação é mais triste. Sim, porque é triste não gostar de alguém, é triste não ter em quem pensar e acabar pensando em vários que já teve um pererê. É triste não ter para quem mandar um sms dizendo pelo menos 'to com saudade'. Eu não tenho nem de quem sentir saudade. Ta! Tudo bem, na verdade eu até tenho, mas tenho preguiça de sentir saudade desses trastes que já passaram pela minha vida, eles nem conto mais. Passou. Passado. Tem tanto tempo que não me envolvo com alguém que as pessoas em minha volta ficam fazendo campanha pra arrumar namorado pra mim. E quem foi que disse que eu quero namorar? Mas isso fica pra um outro post, outro dia. O que eu quero dizer é que, mais triste do que ser sozinha é não ter nem em quem pensar. É almejar uma companhia e não ter onde buscar. O meu coração está vazio que me falta perder o folêgo por alguém. Eu coloco uma roupa legal pra sair, estico o pixaim, faço a unha e depilo todo mês, pra quê? pra quem? Eu sento em uma mesa de bar de gente chiquê, bem plebéia e não vejo se quer alguém interessante. Tá faltando alguém nesse coração. Minhas amigas dizem que é porque eu não quero. Realmente. Eu não quis por um bom tempo, tava feliz sem ter dor de cabeça com relacionamento, no entanto agora está me fazendo falta. Ah, mas você escolhe demais!? NÃO. Eu só não quero qualquer um, esse coração aqui já sofreu algumas vezes, e não tá afim de ser preenchido com cabra atoa. Também não quero alguém que me roube de mim mesma. Na verdade eu não sei o que eu quero. Ou sei. Talves eu queira sentir: 'taí esse é gente boa! Pode ficar. ' Amar demais dói, perder dói, sentir saudade dói, banalizar o amor dói, ficar longe dói, terminar um namoro dói muito. Mas amar ninguém, eita dor duída essa hein!?

3 comentários:

Karine Rosa. disse...

"Tem tanto tempo que eu não sei o que é passar por essas coisas. O que é desejar desesperadamente tal pessoa, chorar por tal pessoa que nem sei qual situação é mais triste. Sim, porque é triste não gostar de alguém, é triste não ter em quem pensar e acabar pensando em vários que já teve um pererê. É triste não ter para quem mandar um sms dizendo pelo menos 'to com saudade'. Eu não tenho nem de quem sentir saudade."

Ah, como é ruim querer ter o coração preenchido e vê-lo vazio dia após dia. Como é ruim não ter em quem pensar quando se fecha os olhos. E não ter de quem lembrar. Como é ruim não ter, simplesmente, quem amar. E o pior de tudo é que, quanto mais a gente fala que a gente não precisa, quanto mais a gente fala que tá bem sozinha, é porque a gente quer alguém. Eita coisa triste!

"Mas amar ninguém, eita dor duída essa hein!?"

máa :* disse...

seu sorrisão é lindo :)

e sinceramente, muitas vezes eu prefiro conviver com essa dor duída e amar ninguém, porque amar alguém dói o dobro :*

Lisa disse...

"mais triste do que ser sozinha é não ter nem em quem pensar"

A questão talvez nem seja não querer ficar sozinha, e sim querer alguém que tire o fôlego mesmo, alguém que vc não se sinta obrigada a procurar, mas que vc sinta só vontade de saber como está, se está bem... Bom, Jay. Fato que há bem pouco tempo atrás eu estive assim também. Dói mesmo, e vc se sente seca, vazia, sei lá. Mas é uma coisa que acaba naturalmente. Quando vc menos espera acontece. Aí é mágico, é empolgante, e mesmo sabendo que pode terminar a qualquer momento vc se joga, se entrega. hahaha do que eu tô falando, Dells? Nada com nada. Desculpa, o post ta legal. é uma situação comum, mas quando acontece com a gente é chato puvir alguém generalizando. Por isso vou parar. Então digo que espero que passe logo e vc escreva sobre um cara muito legal que vc conheceu e tá gostando de viver com. Com certeza será um post empolgante.

Hey, vc tem msn? Se quiser me add: doxus_charis@hotmail.com

Beijão!


[desculpa o comentário, tá meio confuso, mas eu sou assim mesmo. Um dia vc acostuma hahaha]